LUXO É QUALIDADE: A ERA PÓS-STREETWEAR

CulturaGeralInspiraçãoTendências

O último relatório da PwC & Hypebeast estima que o segmento streetwear corresponde a 10% do mercado global de vestuário. A modelagem folgada e o conforto da malha, dois símbolos do streetwear, reafirmam a estética urbana como uma das bases da moda atual, mas uma nova linguagem começa a difundir-se para evidenciar um novo tipo de luxo – mais leve, atemporal e sustentável.

Qualidade nos acabamentos, matérias-primas reutilizáveis, liberdade de movimento, estar confortável consigo mesmo e com o meio ambiente – estes são os atributos do novo chique responsável por democratizar a moda e unir globalmente grupos distintos. O streetwear não tem o seu fim decretado, mas o amadurecimento de todo o segmento já é perceptível e entre cortes refinados e mais minimalistas, o conforto dos agasalhos mesclado à sofisticação da alfaiataria, por exemplo, são combinações essenciais para este novo momento. A atual onda de moda utilitária, que explora o equilíbrio entre o urbano e o sofisticado, atrai tanto o público jovem e descolado quanto os consumidores maduros e mais tradicionais.

As marcas aos poucos começam a deixar de lado as coleções com temas “subjetivos e lúdicos” para focar no estilo de vida de seus consumidores, utilizando altas doses de estudos sobre o comportamento para entender a rotina e os anseios que levam as pessoas a buscar determinados itens. Sendo assim, é natural começarmos a presenciar mudanças bruscas na comunicação, nas criações e no público-alvo de grandes nomes da moda como forma de adaptação ao mercado, considerando cada vez mais a liberdade de escolha e o estilo individual de cada pessoa.

Esta entrada foi publicada em Cultura, Geral, Inspiração, Tendências e marcada com a tag , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
_ Publique um comentário