DO 46 AO 52: NOVOS OLHARES SOBRE O MASCULINO

CulturaDesignGeralRVB

Padrões estéticos afetam todos os consumidores e com a revolução feminista em curso, é natural que os homens também sejam afetados. As últimas temporadas foram extremamente libertadoras também para eles, com o conforto e a liberdade tornando-se sinônimos de bem-estar tanto na hora de vestir quanto em relação a autoimagem, transformando o plus size masculino em tamanho obrigatório nas grades de todos os segmentos.

Ao mesmo passo que o público feminino plus size presencia um crescimento de influenciadoras, artistas e ofertas voltadas para elas, os homens “fora do padrão” também começam a chamar a atenção da indústria do vestuário: apenas no Reino Unido a moda masculina plus size rende anualmente 1.9 bilhões de Libras (4.7 bilhões no público feminino) e mostra-se em crescimento bem mais acelerado que os outros setores. E os desejos de consumo não estão mais resumidos apenas em peças largas em tons sóbrios, estes homens livres de tabus querem estar na moda e ter sua identidade definida pela beleza da linguagem estética em cores vivas, estamparia alegre, modelagens ousadas e composições autênticas.

Aos poucos, mais influenciadores começam a ganhar destaque e estimulam o mercado a olhar para as necessidades deste público com maior oferta de produtos e serviços.  Muitos destes novos nomes instintivamente surgem de meios nada comuns aos anúncios e passarelas – são jardineiros, professores, mecânicos, atletas e diversos profissionais que por muito tempo tiveram vergonha da sua forma por padrões que eles agora ajudam a derrubar, promovendo a verdadeira diversidade e inclusão que a moda precisa.

Esta entrada foi publicada em Cultura, Design, Geral, RVB e marcada com a tag , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
_ Publique um comentário